Notícias

Mais de 96% dos turistas desejam voltar à Paraíba, diz Fecomércio

Publicado em

Levantamento divulgado pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba mostra que 96,03% dos turistas que visitam a região Metropolitana de João Pessoa revelaram o desejo de retornar à região. Apesar disto, os visitantes reclamam da falta de opções noturnas durante a semana; a falta de atendente bilíngüe; demora dos transportes públicos e os preços elevados cobrados nos bares e restaurantes.

Na pesquisa, mais de 70% dos turistas entrevistados afirmaram que suas expectativas foram correspondidas durante a visita ao estado. Para mais de 28%, estas expectativas foram superadas, e apenas 1,75% dos turistas tiveram as expectativas abaixo do esperado. Eles ainda consideraram a receptividade dos paraibanos entre ótima ou boa. O Mercado de Artesanato e o pôr-do-sol na praia de Jacaré, foram citados como os pontos mais visitados.

 

Outro dado divulgado pelo instituto foi de que o tempo médio de permanência dos visitantes é de nove dias. Atraídos pelas belezas das praias, um grande número de visitantes informaram ao instituto Coqueirinho é a mais bela do estado, seguida de Tambaú, Cabo Branco e Bessa.

 

Por outro lado, os maiores percentuais citados no conceito de “ruim” ou “péssimo” foram para os serviços de sinalização turística nas estradas, informações turísticas, sinalizações turísticas na cidade de João Pessoa, os serviços médicos, comunicação e transporte público. Contudo, o serviço de táxi, pelo segundo ano consecutivo, foi o que apresentou melhor índice, sendo aprovado por 84,39% dos entrevistados. Em seguida, aparecem sinalização urbana, 83,76% e a limpeza pública, com 78,35%.

 

Ainda segundo o levantamento, apenas 2,22% do total dos turistas são estrangeiros, oriundos principalmente dos Estados Unidos, Argentina, Portugal e Suíça. A maioria são de outra cidades da Paraíba e outros estados do Nordeste, seguido do Sudeste.

 

O gasto médio do turista também foi pesquisado pelo instituto que chegou ao valor foi de R$117,24 por dia. Os maiores gastos citados foram com alimentação, 35,71%, diversão 32,81%, hospedagem 14,51%)e compras 13,62%. Um grupo de apenas18,57% dos turistas entrevistados responderam tem remuneração acima de R$7.900,00, mas a maioria possui ensino superior.

De acordo com o levantamento, 30,95% dos entrevistados visitaram o estado pela primeira vez e 69,05% afirmaram que já haviam visitado a Paraíba pelo menos uma vez. “Esse resultado é um indicativo de que os turistas estão satisfeitos com o produto turístico oferecido na Paraíba e, na ótica econômica, representa um efeito multiplicador, pois além de seu retorno, o turista torna-se um espontâneo divulgador dos atrativos da região”, destacou o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo da Paraíba, Marconi Medeiros.

 

O instituto explicou que a pesquisa ouviu 630 turistas entre os dias 26 de dezembro de 2014 e 13 de janeiro de 2015, escolhidos de forma aleatória, em diversos pontos turísticos, aeroporto e terminal rodoviário. O levantamento das informações foi realizado através de instrumentos de coleta de dados, ou seja, questionários.

 

 

 Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba 

 

Mais notícias